Arquivo José Francisco Correia

Available actions

Reader available actions

 

Arquivo José Francisco Correia

Description details

Record not reviewed.

Description level

Fonds   Fonds

Reference code

PT/UM-ADB/PSS/AJFC

Title type

Atribuído

Parallel title

Arquivo do Conde de Agrolongo

Production dates

1893  to  1911 

Dimension and support

9 docs.; pergaminho e papel

Holding entity

Arquivo Distrital de Braga

Producer

José Francisco Correia, 1853-1929

Biography or history

José Francisco Correia nasceu em 14 de fevereiro de 1853, no lugar da Bouça, freguesia de São Lourenço de Sande, concelho de Guimarães. Era filho de António Correia e Maria Ferreira. Foi batizado em 19 de fevereiro de 1853, na igreja paroquial da mesma freguesia.Com dez anos mudou-se para o Porto e, mais tarde, para o Brasil onde trabalhou numa fábrica de cigarros em Niterói. Com 18 anos começou a gerir uma pequena fábrica do mesmo ramo e mais tarde fundou a sua própria empresa – a Imperial Estabelecimentos de Fumos “Veado”. Enquanto viveu no Brasil contraiu matrimónio com D. Ambrosina Savard Saint-Brisson, com quem teve dois filhos, uma menina e um menino.Ainda neste período, dirigiu o Hospital de Beneficência Portuguesa no Rio de Janeiro.Regressado a Portugal, foi-lhe concedido o título de Visconde de Sande, em 28 de abril de 1898, por carta de mercê do Rei Dom Carlos. Em 1900, torna-se Fidalgo de Cota de Armas. Em 1903, o Papa leão XIII nomeou-o Comendador da ordem e Classe Gregório Magno. Em 1904 é elevado, por decreto, a Conde de Agrolongo e dignificado com a Grã-Cruz da Real Ordem Civil do Mérito Industrial.A sua ação social fez-se sentir em São Lourenço de Sande, na fundação da escola primária e reparações da igreja paroquial; em Oliveira, Póvoa de Lanhoso, na fundação da escola primária; em Caldas das Taipas, Guimarães, na construção da igreja paroquial; em Braga, recuperou o Convento do Salvador, onde se encontrava o asilo de Mendicidade de Braga para dar assistência a cegos, tuberculosos e enterrar asilados e que atualmente é o Lar Conde de Agrolongo; fez vários donativos às Casas de São José em Braga, Lisboa, Porto, Barcelos e Viana do Castelo, ao Hospital de Esposende e à santa Casa da Misericórdia de Barcelos.Estas suas ações de benemerência valeram-lhe o já mencionado título de Conde de Agrolongo. Faleceu em Lisboa em 15 de abril de 1929. O seu corpo foi trasladado dois anos depois para a capela-mor da igreja do antigo Convento do Salvador.

Geographic name

Braga

Acquisition information

Compra

Scope and content

Documentos de caráter genealógico e heráldico.

Arrangement

Documentação ordenada cronologicamente.

Language of the material

POR (Português); LAT(Latim)

Other finding aid

Base de dados de descrição arquivística.