Available services

Partilhar

Paróquia de Cividade

Record not reviewed.
Description level
Fonds Fonds
Reference code
PT/UM-ADB/PRQ/PBRG07
Title type
Atribuído
Date range
1578 Date is certain to 1911 Date is certain
Dimension and support
15 lv.; papel
Holding entity
Arquivo Distrital de Braga
Producer
Paróquia de Cividade
Biography or history
A paróquia de Santiago da Cividade é paróquia urbana da cidade de Braga. Era vigararia do Cabido da Sé. Nela existiu o Colégio de São Paulo que foi da Companhia de Jesus, fundado em 1560 pelo Arcebispo D. Frei Agostinho de jesus e que, em 1785, foi ocupado pelas Ursulinas e denominado Colégio das Chagas. Em 1769, foi o mesmo convertido em Convento Franciscano de Santa Isabel. Entre 1880 e 1911, adaptado a seminário diocesano e após esta data, a quartel. Também se situa nesta freguesia o Convento de Nossa Senhora da Conceição, da Ordem da Imaculada Conceição, fundada entre 1625-29 pelo cónego Dr. Geraldo Gomes e seu irmão Dr. Francisco Gomes. Foi o único desta ordem fundado em Portugal. Após algumas reformas passou, em 1877, para as religiosas dominicanas e à morte da última conceicionista, em 1883, passou a Colégio da Regeneração. É nesta paróquia que se encontra o primeiro núcleo de ocupação da cidade romana de Bracara Augusta. As “Memórias Paroquiais de 1758” referem a existência das seguintes confrarias e capela: São Bento e Santa Margarida, Santas Chagas do Senhor, São Tiago, Almas, São Sebastião e a Capela de São Sebastião, sita no campo do mesmo nome. As mesmas Memórias registam que “por entre os limites da freguezia para a parte do Sul e do Poente ,fica parte do muro da fortificação da cidade, em cujo destricto estão três torres na continuação da mesma fortificação. A primeira a ocupam os padres da Companhia, em a qual tem os sinos, que está sem ruina e muito elevada na altura; a segunda, que adiante se segues, hé mais baixa e está com ruina; e a terceira, não tem ruina e tem altura notável”. É paróquia da diocese de Braga.
Geographic name
Cividade, concelho de Braga
Custodial history
A partir de 1 de Abril de 1911, os livros paroquiais foram entregues, por determinação legal, às repartições do Registo Civil, criado em 18 de Fevereiro do mesmo ano, onde permaneceram até à sua incorporação nos Arquivos Distritais, após decorrerem 100 anos sobre a data de elaboração do último registo. Em 1994 foi publicado o Inventário Colectivo dos Registos Paroquiais, no âmbito do Inventário do Património Cultural Móvel.
Acquisition information
Incorporações provenientes da Conservatória do Registo Civil de Braga em 1918 (não foi possível precisar a data), 6 de maio de 1938, 14 de janeiro de 1943, 28 de fevereiro de 1978, 29 de outubro de 1990, 16 de setembro de 1994, 22 de março de 2000, 28 de abril de 2005, 19 de maio de 2008 e 8 de fevereiro de 2011.
Scope and content
Documentação das séries: batismos, casamentos e óbitos.
Arrangement
Documentos agrupados pela série documental respetiva (batismos, casamentos, etc.) e ordenados cronologicamente.
Access restrictions
Acessível, exceto unidades em mau estado de conservação.
Language of the material
POR (Português)
Other finding aid
Base de dados de descrição arquivística
 
Lang=pt   Lang=